Nostalgia.

Às vezes o passado nos convida pra dançar. Os tangos são tragédias intermináveis; os sambas se confudem com chorinhos; as milongas se derretem no salão. Forrós só me lembram das coxas; soltinhos, da distância. E a sensualidade do zouk, nos braços do passado, é um tropeço do destino. Definitivamente eu prefiro o tempero das salsas.

Anúncios